Alecsandro é punido com dois anos fora por doping; Palmeiras irá recorrer
Publicado em 02/08/2016 às 07:23
Por: Isisnaldo Lopes

SÃO PAULO - Alecsandro foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) com dois anos afastado do futebol. O atacante do Palmeiras passou por julgamento ontem segunda-feira (1º), na Federação Paulista de Futebol (FPF), e recebeu a suspensão por testar positivo para substância anabolizante O-Dephenylandarine em exame antidoping realizado após a partida contra o Corinthians, no Campeonato Paulista deste ano. O Alviverde ainda irá recorrer da decisão.

A pena máxima para o caso de Alecgol é de quatro anos, e a medida recebeu votos a favor de dois dos cinco auditores envolvidos no caso. Os outros dois, além do presidente da 2ª Comissão Disciplinar, optaram pela pena de dois anos. O TJD tem agora 48 horas para publicar a decisão e, em seguida, clube e atleta terão até três dias para recorrer.

Além dos advogados e médicos do Palmeiras, a defesa de Alecsandro foi elaborada por uma equipe particular, contratada pelo jogador. Durante o julgamento, o atacante se emocionou diversas vezes e chegou a citar perguntas do filho de 11 anos sobre o caso. Após a decisão, o atleta deixou o Tribunal muito chorando, muito abalado e sem falar com a imprensa.

Ao longo do julgamento, a defesa do jogador alegou que o O-Dephenylandarine, substância detectada no atleta, era decorrente de um tratamento de implante capilar feito por Alecsandro em dezembro do ano passado.

Como já cumpriu 30 dias de suspensão preventiva, o período é descontado do prazo final estipulado, diminuindo a pena para um ano e 11 meses. Já prevendo uma suspensão, oPalmeiras contratou por empréstimo o centroavante Leandro Pereira.

 

 

 

 

 

 

Veja mais sobre: Esporte,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.